by - September 01, 2014

Dando continuação ao meu primeiro Diário de Viagem, venho hoje mostrar-vos mais um pouco do Sítio da Nazaré. Desta vez sem praia mas com lugares igualmente bonitos!

Giving continuation to my first Trip Diary, I will show you today a little bit more of Sítio da Nazaré. This time there's no beach but there's also beautiful places!

Começando do ponto onde terminámos da última vez, podemos ver ainda os candeeiros verdes e os muros onde tinha estado, anteriormente, encostada mas esta foto não serve para vos mostrar esses detalhes - serve sim, para vos mostrar esta casa. Alguns vão achar que é a coisa mais normal de sempre, outros, como eu, vão gostar muito dela. Aqui pela minha cidade dificilmente se encontram casinhas assim com este tipo de arquitetura e ao ver esta apaixonei-me desde logo por ela.

Starting from where we finished last time, we can still see the green lamps and the walls where I had been leaning previously but this photo is not to show you these details - it is to show you this house. Some will find it the most normal thing ever, others, like me, will like it a lot. Here in my city you hardly find this kind of houses - I am talking about its architecture - and as I saw this one I immediately fell in love with it.

No meio de tanta coisa diferente nem as plaquinhas de alugar quartos fugiram à originalidade. Fora as placas das imobiliárias, só tinha visto placas escritas à mão, a preto num fundo branco, mas esta chamou-me à atenção por ser tão peculiar. Além de não pertencer a qualquer imobiliária, não só não é escrita à mão como ainda tem relevo nas letras. Está escrita em quatro línguas diferentes e ainda é em tons pastel - um lilás azulado e um rosa salmão. Não é a coisa mais querida?

Among so much different things nor the platelets to rent rooms fled originality. Not talking about real estate platelets, I had only seen handwritten cards but this one caught my attention because of its peculiarity. Besides it does not belong to any real estate, not only is not handwritten but also has raised letters. It is written in four different languages ​​and is in pastel colors - a bluish purple and a pink salmon. Is not it the sweetest thing?

Depois de ter falado das duas casas anteriores, venho apresentar-vos esta escadaria que se encontra no meio das duas e que me levou a conhecer aquilo que vos quero realmente mostrar. O que, à primeira vista, parece uma escadaria sem importância e que nos leva para nenhures em particular, é um lugar onde a brisa marinha corre e nos enche a alma - que, debaixo de calor, às vezes faz as nossas pernas desistir - novamente de alegria. É por isso que há sempre alguém encostado às paredes na tentativa de se refrescar. E refrescam!

After having spoken of the two previous houses, I will present to you this stairway that is in the middle of the two and that led me to know what I really want to show you. What, at first glance, seems unimportant and a stairway that leads to nowhere in particular, is a place where the sea breeze flows in and fills the soul - which under heat sometimes makes our legs give up - again with joy. That is why there is always someone leaning against the walls in an attempt to cool themselves. And they do!

Depois de descer a escadaria e atravessar a rua temos, perante nós, a Igreja da Nossa Senhora da Nazaré. Religiosidades à parte - nada contra, nada a favor - achei esta igreja muito bonita e, como podemos ver, é alvo de visitas turísticas.

After descending the stairway and cross the street we have in front of us the Igreja da Nossa Senhora da Nazaré. Religiosity aside - nothing against, nothing to please - I found this church very beautiful and as we can see the target of turists visits.

Decidi aproximar-me e pude ver mais de perto pormenores que, ao longe, não tinha conseguido ver. Ao olhar para o chão irregular, para as paredes entre a porta de fora e a de dentro da igreja e para a própria porta da igreja que dizia estar aberta e apta a visitas, não hesitei e decidi entrar.

I decided to approach me and I could see up close details that, in the distance, I could not see. When looking at the uneven ground, at the walls between the outside door and the inside of the church and to the door of the church who claimed to be open and able to visit, I did not hesitate and decided to enter.

Esta foi a tal parede que vi de fora da igreja e pela qual fiquei petrificada. Tinha mesmo de vos mostrar. Por mais estranho que possa parecer, estou cada vez mais apaixonada por azulejaria e neste dia não fotografei só esta parede mas também a do restaurante onde fui almoçar, que não só era tão bonita quanto esta como, na minha opinião, era ainda mais. Quem segue o meu instagram poderá vê-la por lá um dia destes, brevemente.

This was the wall I saw from the outside of the church and which for I was petrified. I really needed to show you. It may seem strange but I am increasingly passionate about tiles and this day I did not only photographed this one but also the wall of the restaurant where I had lunch, which was not only as beautiful as this as, in my opinion, was even more. Anyone who follows my instagram will see it there one of these days, soon.


Como se já não bastasse adorar a azulejaria, ainda fiquei a morrer de amores pelo teto da igreja. Todo trabalhado com detalhes dourados, é a coisa mais bonita que está dentro daquela igreja. Fiquei babadíssima e assustada, simultaneamente, ao olhar para cima. O altar e o pilar que vos mostro, idem, apesar de não me ter "chocado" tanto. 
Ao sair da igreja deparei-me com um orgão nas varandas de cima. Lindo que só ele.

As if it was not enough for me being already in love the tiles, I was still loving the church ceiling. All worked with golden details, it is the most beautiful thing that is inside that church. I was really amazed and frightened, simultaneously, while looking upwards. The altar and the pillar that I show you, ditto, despite of not having "shocked" me so much.
When I was leaving the church I came across an organ in the balconies above. Beautiful!





Já lá fora, a explorar o local, encontrei esta porta lateral da igreja. Não é nada de extraordinário mas, pelo sim pelo não, e porque também não custava muito, quis fotografá-la! Bastante despenteada - culpa do vento bruto que se fazia sentir - quis também eternizar-me neste sítio!

Termina por aqui a visita à igreja e no próximo post mostrar-vos-ei as maravilhas que vi ao ir embora.
Gostaram? Ficaram tão apaixonad@s pelo teto da igreja quanto eu ou preferiram a parede dos azulejos? E quanto à fachada da igreja, o que dizem de vossa justiça? Quero saber tudo!
Não percam o próximo post!

Um beijinho!*

Once outside, exploring the local, I found this side door of the church. It's nothing extraordinary but just in case I wanted to photograph it! Quite disheveled - guilt of the gross wind - I also wanted to immortalize me in this local!

The visit to the church ends here and in the next post I will show you the wonders I saw when I was about to go home.
Did you like it? Were you so in love with the church's roof as I was or did you prefer the tiles wall? And what about the frontage of the church? I want to know everything!
Do not miss the next post!

A kiss!*


You May Also Like

5 comentários

  1. Adoro Nazaré, é mesmo muito giro passar lá uns dias! :)
    Beijinho*

    ReplyDelete
  2. Mais uma vez adorei as fotos, as cores suaves e os detalhes estão perfeitos ;)

    http://inspirationswithm.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  3. As fotos estão lindas! AMO Nazaré, é um sítio fantástico <3

    Beijinho, http://adrianaacatarina.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  4. Estás a fazer sucesso com as tuas fotos, estão lindas mais uma vez. Fico à espera do terceiro post, sai hoje? Beijinhos :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. Muito obrigada! :)
      Sai sim. Depois das 18h o post estará online!

      Beijinho :)

      Delete

Obrigada pelos comentários.
Todos serão respondidos, brevemente, nos respetivos blogues.