stress vs. burnout - differences, causes and prevention | Health


"As pressões que os profissionais enfrentam no dia-a-dia acabam por afetar o seu equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Em decorrência disso, problemas de saúde são cada vez mais comuns, afetando a produtividade e levando muitas vezes ao afastamento destes e ao prejuízo para a empresa empregadora. Um desses problemas é a chamada “Síndrome de Burnout”, que pode ser traduzido como “estar esgotado”, numa situação na qual o indivíduo sente uma carga de pressão tão grande que o torna agressivo e irritadiço."

Hoje o assunto é o Stress e o Burnout - na área pessoal e profissional. Falarei das diferenças, causas e maneiras de evitar.

"The pressure that professionals face on a day-to-day end up affecting their balance between work and personal life. As a result, health problems are increasingly common, affecting productivity and often leading to removal of these and to injury to the employing company. One of these problems is called "Burnout Syndrome" which can be translated as "being exhausted", a situation in which the individual feels such a big pressure load that becomes aggressive and irritable."

Today I will talk about Stress and Burnout - in personal and professional areas. I will talk about the differences, causes and ways to prevent. 

O Burnout é uma mistura de esgotamento profissional e desilusão com outras pessoas ou com a carreira, a longo prazo. Os sintomas do burnout incluem baixo consumo de energia, uma perda de interesse no trabalho e irritabilidade com colegas. Como tal, pode causar baixa produtividade, absenteísmo elevado, baixa criatividade e até mesmo problemas de saúde.

Os sintomas específicos de burnout incluem: ter uma atitude negativa e crítica do trabalho, temer ir trabalhar e querer sair assim que chegamos ao local de trabalho, afastar-se emocionalmente dos colegas ou clientes, culpar os outros pelos nossos erros, pensar em abandonar o trabalho ou mudar de cargo, ter a sensação de vazio constante, queixar-se físicamente - de dores de cabeça, doenças ou dores nas costas, ficar irritado facilmente com os colegas ou clientes, pensar que o nosso trabalho não tem valor para ninguém ou que não faz a diferença, ter baixa energia e pouco interesse pelo trabalho e ausentar-se do trabalho com frequência.
Agora já sabemos o que é o burnout e conhecemos os seus sintomas. Mas, então, qual é a diferença entre burnout e stress? Não é a mesma coisa? A resposta é: não. 

O Stress ocorre em curtos prazos de tempo e pode ser causado por sentimentos de perda de controlo em relação ao nosso trabalho, por exemplo. Pode ocorrer durante vários dias seguidos, chegando a durar semanas, principalmente se estivermos a trabalhar num projeto de grande escala e importância ou até mesmo em algo não tão grande mas com um prazo de entrega apertado. No entanto, quando a situação muda e o trabalho está terminado, o stress diminui e tem tendência, até, a desaparecer totalmente. 

O Burnout geralmente ocorre durante um longo período de tempo. Ocorre quando acreditamos que aquilo que fazemos não tem importância nem valor nenhum para os outros, havendo uma desconexão entre o que fazemos e o que queremos fazer, ou quando algo menos bom acontece - como perdermos alguém que nos encoraja no local de trabalho ou como vermos que a nossa personalidade - valores, vontades, crenças - está a ser forçada a mudar por causa das regras do local em que trabalhamos. Muitas vezes, essa situação pode até ser traumática. Ter objetivos pouco claros do que queremos fazer ou ter expectativas baixas acerca do que já fazemos pode também causar burnout, pois se não temos um objetivo trabalhamos sem rumo e sem conseguir organizar o tempo e aquilo que queremos/temos de fazer. Trabalhar numa equipa ou organização disfuncional também não ajuda. 

Também no mundo da blogosfera o burnout dá ar de sua graça! E como é que essa síndrome nos ataca a nós bloggers? Quando ficamos cansados, stressados, com bloqueios criativos em que a nossa mente deixa de pensar e de ter ideias para colocar nos nossos posts ou quando escrevemos só para nós - já todas, pelo menos quando começámos a administrar os nossos blogs, tivemos a sensação de que ninguém via o nosso blog e que se via, facilmente se desligava dele, não dando importância para as coisas que publicávamos. 

Algumas dicas para evitar o burnout são: trabalhar com um propósito, fazer uma análise do trabalho e eliminar trabalho desnecessário, ajudar os outros, assumir o controlo e administrar ativamente o nosso tempo e, acima de tudo, fazer o que se gosta - se não for possível, pois sabemos que, hoje em dia, trabalhamos no que podemos e não no que gostamos, devemos arranjar um hobbie para pôr em prática depois do trabalho, aliviando o stress e, consequentemente, o burnout.

Burnout is a mix of exhaustion and disillusionment with others or with the long-dated career.
Symptoms of burnout include low energy, loss of interest in work and irritability with colleagues. As such, it can cause low productivity, high absenteeism, low creativity and even health problems.

The specific symptoms of burnout include: having a negative and critical attitude about the work, fear going to work and want to leave so we got there, moving away emotionally from colleagues or clients, blaming others for our mistakes, consider leaving the work or change from role, have the constant feeling of emptiness, complain physically - from headaches, back pain or illness, being easily annoyed with colleagues or clients, thinking that our work has no value to anyone or that it doesn't make a difference, have low energy and little interest in the work and time off from work frequently.
Now we know what the burnout is and know its symptoms. But then, what is the difference between stress and burnout? Isn't it the same thing? The answer is: no, it isn't.


Stress occurs in short periods of time and can be caused by feelings of loss of control in relation to our work, for example. May occur for several days in a row, reaching some weeks, especially if we are working on a very important large project or even something not so big but with a tight delivery deadline. However, when the situation changes and the work is done, stress decreases and even tends to disappear completely.



Burnout usually occurs over a long period of time. It occurs when we believe that what we do doesn't matter nor have any value for others so there is a disconnection between what we do and what we want to do, or when something bad happens - like when we lose someone who encourages us in the workplace or like when we see that our personality - values, desires, beliefs - is being forced to change because of our work rules. Often, this situation may even be traumatic. Having unclear goals about what we do or have low expectations about what we do now can also cause burnout, because if we don't have a goal and work aimlessly we are unable to find the time for what we want/have to do. Working in a dysfunctional team or organization also doesn't help.


Also in blogosphere world burnout appears! And how does this syndrome attacks us bloggers? When we get tired, stressed, with creative blocks that make our mind stop thinking about ideas to put in our posts or when we write to ourselves - we all have, at least when we started running our blogs, the feeling that no one visited our blog and if someone did you could see them easily hanging off on it, not giving importance to the things that we published.

Some tips to avoid burnout are: working with a purpose, analyze and eliminate unnecessary work, help others, take control and actively manage our time and, above all, do what we love - whether is not possible, because we know that today, we work on what we can and not on what we like, get a hobbie to put into practice after work, relieving stress and hence burnout.

You May Also Like

0 comentários

Obrigada pelos comentários.
Todos serão respondidos, brevemente, nos respetivos blogues.